04/06 Universidade do RH

Universidade do RH

TEMA: Geração de comprometimento e engajamento no Serviço Público.

 

Desenvolvido por:

  • Anderson Santin
  • Giovanni Prata
  • Marcos Vinicius
  • Marjan Cassou

Falta de comprometimento, motivação, conhecimento, perspectiva, aprimoramento e mau atendimento. Muitas dessas características podemos perceber nos funcionários que nos prestam serviços no setor publico. O que não percebemos porem, é que o Estado e seus servidores, nada mais são do que uma empresa, e como todas as outras, possuem problemas de Gestão de Pessoas.

O não direcionamento estratégico, a descontinuidade na gestão, verbas escassas. São de várias naturezas os problemas que os gestores do setor público convivem. Mas, mesmo com tantas dificuldades, existem caminhos que podem conduzir a gestão pública do RH a dar um passo à frente, prestando com maior eficácia, bons serviços à sociedade. Assim como nas empresas privadas, esses caminhos passam pelas pessoas. Sobretudo por pessoas capacitadas, motivadas, comprometidas e engajadas com, portanto, maior capacidade de encontrar soluções.

Um dos maiores desafios é conduzir uma gestão de pessoas que, na verdade, está em meio a uma falta de direcionamento estratégico. Na empresa privada, isso é muito claro, elas possuem uma estratégia, um objetivo, um plano e a gestão de pessoas se alinha a esse direcionamento, o que configura uma gestão estratégica de pessoas. Porém, no setor público, isso é complicado de se conseguir.

 

:: Mais sobre o tema ::

:: Vídeos

 

O servidor público da história da sua vida.

http://www.youtube.com/watch?v=tnU80nd-fa4

Funcionário Público (do melhor que já vi) – Um espetáculo.

http://www.youtube.com/watch?v=nUfFH1OQF6U&feature=related

:: Artigos

 

Análise dos Impactos de um Sistema de Gestão da Qualidade Segundo a Norma ISO 9000 no Comprometimento Organizacional do Setor de Serviços Públicos do Brasil.

http://www.aedb.br/seget/artigos05/276_Artigo-Regiane%20%28Unifei%29.pdf

Comprometimento de servidores públicos e alcance de missões organizacionais.

http://www.scielo.br/pdf/rap/v42n2/03.pdf

:: Estudo de caso

 

Comprometimento organizacional no setor público: estudo de caso de uma faculdade da Universidade de São Paulo (USP).

http://www.ead.fea.usp.br/semead/12semead/resultado/trabalhosPDF/970.pdf

Comprometimento organizacional no setor público: em estudo de caso.

http://revista.faculdadeprojecao.edu.br/revista/index.php/Projecao/article/view/178/169

:: Reportagem

 

“Por que o serviço público não funciona…”

http://www.gazetadopovo.com.br/vidapublica/conteudo.phtml?id=1175577

Link para a ENA Brasil:

www.enabrasil.sc.gov.br/

Agora é com você!

E você? Vamos ver se daria um bom gestor público!

O que julga de essencial para melhorar a motivação e o engajamento e consequentemente o serviço público brasileiro?

57 pensamentos sobre “04/06 Universidade do RH

  1. Já trabalhei com servidores públicos e sei que não é fácil, a pessoa se acomoda com a estabilidade que o emprego proporciona e não se preocupa com sua produtivade, acho que o que poderia ser feito para melhorar isso seriam feedbacks mais regulares, e se fosse dada uma maior liberdade na parte decisória

    • Isso mesmo Ricardo, o serviço público provoca nas pessoas a sensação de estabilidade fazendo com que não queiram sair da zona de conforto.

      • Também acho, tbm trabalhei com servidores públicos, e acho dificil mudar esse modo de trabalho a nível de Brasil. Entram nessa ‘zona de conforto’ e não dá o melhor de si para o bom andamento da instituição.

      • Realmente a estabilidade interfere no que se diz a zona de conforto e na produtividade, mas não podemos esquecer tambem da falta de funcionarios e muitas vezes estrutura das repartições publicas.

      • Acredito que tem de haver recompensas também, com isso eles se motivariam muito mais, no caso se um período maior de férias.

  2. Para julgar um servidor público depende de sua política organizacional. Qual é o principal objetivo dela, o que ela busca que seus colaboradores façam, o que ela deva atender! Muitas vezes sim o colabarador esta só buscando uma acomodação, mas quem busca uma vaga no setor público acredito que ainda não seja além de uma simples acomodação, pois temos pessoas sérias nestas instituição, afinal por mais que muitas vezes alguns processos sejam demorados vemos ela funcionando ao seu modo.

  3. É evidente a desmotivação destes funcionários, desmotivação que é provocada principalmente pela estabilidade do indivíduo.

  4. Acredito que para mudar o serviço publico brasileiro é preciso ver a instituição como uma fonte de exemplo para os demais empresas. Ver o serviço como uma forma de contribuir para sociedade e não de contribuição própria, e passar esses valores para cada servidor passando assim os valores que a empresa deve ter e não uma “cultura ruim” como é a que vemos hoje, onde o serviço publico é visto como alvo de ganhar dinheiro apenas.

  5. O serviço publico gera comodismo e estagnação nos funcionários, que por sua vez gera insatisfação, desmotivação. Acredito que para melhorar a motivação e o engajamento e consequentemente o serviço público brasileiro deve acontecer uma mudança de valores, porque atualmente só se pensa no individual não no coletivo.

  6. O servidor público carrega o estigma de “Mau humorado”, “Incompetente”, “Preguiçoso”, e isso acontece, infelizmente, em alguns órgãos públicos. Infelizmente a estabilidade causa um certo “conforto” em alguns, levando-os a pensar: “Daqui eu não saio, daqui ninguém me tira!”. Mas não podemos generalizar, pois eu já fui mal atendida, mas também já fui MUITO bem atendida no serviço público. Os gestores públicos precisam desenvolver em sua equipe o sentimento de responsabilidade e empatia: “Tratar como gostaria de ser tratado” e “Como você agiria se esta empresa fosse sua?”. O servidor precisa estar consciente de seu papel diante da sociedade e assim, dar o melhor de si, independente de estar “com a vida ganha” ou não.

  7. O setor publico nao deixa de ser uma empresa prestadora de serviços, como qualquer outra, e deve tambem se preocupar com a motivação de seus funcionarios e na qualidade de seus serviços.Mas o que acontece é que os chefes de alto escalao do setor publico nao fazem avaliação de seus subordinados, que acabam entrando na zona de conforto devido a estabilidade do seu emprego. Dessa forma transmitem uma pessima imagem do setor publico, pois o atendimento nem sempre é de qualidade, fato que gera muitas reclamações.
    Acredito que uma maneira de inibir um pouco a desmotivação do trabalhador publico seria a aplicação de cursos frequentes para que sempre esses funcionarios estivessem atualidados, e cada vez mais agregando conhecimento a fim de melhorar o seu desempenho, e assim como a Celia mencionou ele precisa saber que seu papel é muito importante e por isso deverealiza-lo com dedicação.

  8. A estabilidade pode fazer com que os funcionários desmotivem, mas mesmo com ela, é possivel fazer uma gestão de pessoas bem feita. Ninguém gosta de ir trabalhar em um lugar em que se sente ruim, não é valorizado. Se a gestão for bem praticada, o funcionário pode se sentir parte da empresa e assim aumentar a sua motivação. Mas é claro, acredito que tirando a estabilidade, a responsabilidade de muitos funcionários iria aumentar, por conta da concorrencia entre os cargos.

  9. Ter que ter sempre direcionamento estratégico, possibilidades de mudanças na gestão de pessoas no setor público, que vão do planejamento estratégico ao efetivo engajamento do gestor.Um dos desafios que o gestor tem de enfrentar é o de compreender o papel da administração pública, as dificuldades ao direcionamento e ao alinhamento estratégico. Mas ele precisa, com todas essas dificuldades, engajar-se no processo.O sistema público precisa aprimorar o seu sistema de seleção, de carreira e precisa lidar com a questão da motivação.conhecimento é fonte de vantagem competitiva. Um servidor desmotivado não vai prestar um serviço à sociedade da forma como deveria.

    • Exatamente, um servidor desmotivado não vai prestar um serviço a sociedade da forma como deveria, acredito que era necessário fazer uma avaliação de desempenho frequentemente, para saber oque está fazendo com que as pessoas fiquem desmotivadas para então buscar as soluções.

    • Um servidor desmotivado não vai prestar um serviço a sociedade da forma como deveria, acredito que era necessário fazer uma avaliação de desempenho frequentemente, para saber oque está fazendo com que as pessoas fiquem desmotivadas para então buscar as soluções.

  10. Devem ser feitos programas de melhor aproveitamento do serviço público, uma forma de otimizar e melhor utilizar essa mão de obra, que em muitos lugares está ociosa. Ou seje, o governo deve fazer um inventário de seu funcionários e alocar os ociosos.

  11. Acredito que uma das coisas principais é melhorar o plano de carreira e de salário, proporcionar ao individuo o crescimeto dentro da organização sem tanta burocrácia.

  12. Proporcionar ao funcionário um feedback para que ele saiba em quais pontos deve melhorar, um plano de carreiras como dito acima e até um projeto de qualidade de vida no serviço, pois desta maneira o funcionário perceberia que a organização se importa com ele, motivando-o mais em seu trabalho.

  13. Tranparência nas ações feitas pelos gestores, coerência e honestidade nas prestações de contas e melhor aplicação da verba pública.

  14. O serviço público está falido…não há um órgão que preste um bom serviço à comunidade. Para melhorar o serviço público, a solução é acabar com a estabilidade.

  15. O gestor deve estar sempre cobrando e dando feedback aos servidores, porém realmente é muito difícil, pois o funcionário acaba se acomodando pela falta de avaliação e pela estabilidade que tem.

  16. Elaborar um ranking de classificação de profissionais mais produtivos, engajados, comprometidos com seu trabalho seria uma forma eficaz de aumentar a competitividade dos servidores públicos e assim aumentar a eficiência de seu trabalho.

  17. A palavra chave: Comprometimento. Percebo que se houver um comprometimento entre os gestores de RH com crescimento da equipe, pessoal e profissional, o individuo pode se sentir influenciado pelo líder e assim ter um compromisso com o trabalho que está sendo desenvolvido. Agora, se nem os chefes se preocupam, porque o funcionário vai se preocupar?

  18. Eu imagino que seria essencial para a motivação de um funcionário público, além da estabilidade já existente, novas e constantes atuais metas propostas para o trabalhador, encerrando a monotonia, e fazendo com que o mesmo tenha ganas de ir trabalhar, sendo algo que ele desenvolva automaticamente, e não sendo algo forçado

  19. Penso que a estabilidade traz uma certa “comodidade” ao servidor público. Os gestores deveriam rever a maneira de pensar, agir, proporcionar um melhor feedback a estes funcionários fazendo-os entender de suas responsabilidades e estarem comprometidos com elas

  20. Quem está no setor publico não tem interesse em mostrar serviço pois não vai ter uma ascensão de cargo vai sempre permanecer no mesmo lugar isso é um dos pricipais problemas dos cargos publicos.

  21. Uma forma de aumentar o engajamento e o comprometimento dos funcionários seria estipular metas e cobra-las dos mesmos, além de oferecer algum tipo de benefício para o melhor funcionário de cada setor, através de uma boa política de avaliação para com esses funcionários.

  22. Temos que saber despertar a motivação que existe dentro de cada um , para alguns, dinheiro, plano de carreira, ambiente criativo e estimulante. Creio que de acordo com o pefil sabemos o que interessaria cada servidor, com os testes conseguimos perceber o perfil e assim saber como motivar. Eu comecaria por apreciar dando o devido feedback positivo daquele merecedor, depois poderiamos partir para teoria de Maslow das necessidades, as vezes um simples reconhecimento pode mudar muita coisa. Um simples ” e isso ai fulano, bom trabalho!” pode fzer grande diferenca.

  23. A eliminação dos “pesos mortos”, assim, com equipes competitivas, os funcionários estariam todos engajados com o propósito da atividade, do trabalho.

  24. Acredito que o fim da estabilidade, muitos servidores por terem esse benefício, não dão tanta importância para as atividades de desempenho que exercem. Outro modo também é tendo um plano de carreira que esteja estritamente ligado a avaliação de desempenho desse servidor.

  25. Acredito que os funcionários públicos devido estes terem estabilidade, podem acabar se acomodando e não realizarem suas tarefas com o desempenho que estes teriam caso não tivessem esta estabilidade. Estes, caso não tenham, deveriam ter plano de carreira, ter feedback com mais frequência com seus gestores.

  26. Corrigindo o nome…
    Acredito que os funcionários públicos devido estes terem estabilidade, podem acabar se acomodando e não realizarem suas tarefas com o desempenho que estes teriam caso não tivessem esta estabilidade. Estes, caso não tenham, deveriam ter plano de carreira, ter feedback com mais frequência com seus gestores.

  27. Ter um bom plano de carreira ajudaria na motivação e comprometimento do servidor, pois ele garante a estabilidade no cargo que entrou, e se quiser galgar novas oportunidades terá que ser comprometido com os objetivos da organização, entretanto, como tudo está interligado, o setor tem que ter um processo de avaliação de desempenho justa e nunca esquecer do feedback e realizar as melhorias apontadas no processo.

  28. Acho que o mais importante para se ter um serviço público de qualidade é dar a devida importância a avaliação de desempenho e realizar um constante feedback ao funcionário, já que realmente há servidores que ficam acomodados, devido a segurança que um cargo público proporciona.

  29. Acredito que o rendimento do serviço público melhoraria com programas de desenvolvimento, treinamento e aperfeiçoamento do trabalho dentro das repartições públicas.

  30. Um bom ambiente de trabalho, com um bom plano de carreira, mas trabalhar com a motivação deste funcionário é dificil, por isso tem que ser um trabalho continuo.

  31. Para melhorar o engajamento do servidor publico, o gestor deve garantir o conhecimento necessário dos processo da entidade. A educação sobre a participação do servidor em um gigantesco processo de evolução, até a âmbito País, pode gerar maior comprometimento e dedicação ao trabalho, além do que trabalhar o feedback a procura por talentos no meio publico.

  32. Pelo fato dos diferentes fatores envolvidos com o funcionalismo publico a forma mais eficaz de se conseguir maior comprometimento do funcionalismo publico é através de formas de promoção e aumento de remuneração, praticas de bem estar no trabalho tambem seriam boas praticas e aolicaveis.

  33. A generalização do mal funcionamento do serviço público é um estigma a muito tempo carregado devido a diversos fatores, o da estabilidade por exemplo ser um, mas acho que é muito mais complicado do que parece, para se melhorar esse serviço a níveis de primeiro mundo deveria ser feita uma revisão geral do sistema, desde do início até o final. O plano de carreira, desenvolvimento, metas, etc… pode ser um caminho para a melhoria do sistema.

  34. É um grande desafio!!! Mas na minha opinião primeiramente conhecer o funcionário público, seus desejos, anseisos e tenatr juntamente com o mesmo adequá-lo em algo que realmente ele goste de fazer e enfatize suas habilidades.

  35. Acho que trabalhar num ambiente adequado e a empresa se preocupar com o desempenho dos funcionarios e a qualidade do serviço são essenciais e primordiais para os primeiros passos.

  36. É necessário uma reforma nos estatutos, se o comodismo é gerado pela estabilidade, é preciso mudar estas regras, afinal até onde eu sei, para se punir um servidor ou mesmo exonerá-lo é preciso um interminável processo administrativo, similar á justiça comum, e pode não resultar em nada, assim o gestor público busca outras alternativas, entre elas a omissão de algumas condutas.

  37. O setor publico para ter um comprometindo maior deve ser insentivado por meios de remuneração, beneficios, flexibilidade das atividades, assim fazendo com que o funcionario publico tenha insentivo para trabalhar e se comprometer com o trabalho.

  38. * Seleção eficiente que possa filtrar os melhores candidatos;
    * Integração inteligente, que faça o funcionário “vestir a camisa” da organização e também para identificas as funções que o funcionário possa exercer com maior competência;
    * Feedback diário e Avaliação 360º.

    Tudo isso influe diretamente na motivação, no engajamento e consequentemente na qualidade do serviço público brasileiro!!!

  39. Eu penso que deveria ter gestores no setor publico igual aos setores privados, gestores que cobrassem resultados, metas, aceitassem inovações, ideias, que desse feedback, ate mesmo para motivar, incentivar os servidores procurar melhorar sempre.

  40. Já trabalhei em setor público, e achei muito interessante a experiência. Não sei se pelo fato deles se preocuparem menos com o trabalho, o clima entre os colaboradores era muito bom. Mas acredito que existia muito comodismo e falta de preocupação em resolver os problemas. Talvez utilizar novos processos de engajamento e programas de conscientização seria a melhor escolha.

  41. Eu faria métodos avaliativos para que cada um pudesse obter uma nota e com a tal seria determinado se ele continuaria na empresa, assim a pessoa buscaria se aprimorar e conhecer bem suas funções. Como as pessoas ficam tranquilas com a estabilidade do emprego faria que cada pessoa tivesse apenas 2 anos no mesmo cargo e depois haveria rotatividade ou se não a saída dos mesmo

  42. É uma decisão dificil de ser tomada. Pode-se dizer que acabar com a estabilidade poderia fazer com que os funcionários do setor público saíssem da zona de conforto, do acomodamento, mas será que realmente faz sentido? Um dos principais benefícios que as pessoas buscam em um concurso público é a estabilidade, se isso for tirado, acredito que perderia um dos principais atrativos para que o profissional queira seguir carreira pública.
    Envolver as pessoas em projetos de desenvolvimento pode ser uma alternativa, levar em consideração sugestões dos próprios funcionários, e incentivos de carreira profissional.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s